Mineirês

“Uai, oia só pucês vê cumé us trêm. Cadiquê cêis num intendi nóis, uai? Onstionti otava matutano essi troço, cadísso arresouvi incrivinha só um tiquim di trêm pamódi num trapaiá us miolo ducêis.” … Didn’t you understand the mineirês?


Brazil is a very large country and in a way one can say that we have an infinity of dialects within our own Portuguese language. Usually, the accent of the bumpkin is more charged and brings more influences in the way it speaks. So, let’s get to know a little bit of the mineiro accent, the mineirês.

Linguistic Variation

The state of Minas Gerais is very large, so the accent of Minas Gerais in each region of the state has its peculiarity. Therefore, the accent of Minas Gerais varies according to its proximity to other states. First of all, in the south of the state there is a great influence of the Paulista accent. While in the north the influence is given by the Bahian accent. In the Zona da Mata, it is the Carioca accent that stands out in the state of Minas Gerais. There is also a great influence of the Goiás accent in the Triângulo Mineiro.

However, the miners in the central region are the purest and most loaded miners. However, even we miners sometimes find ourselves displaced when traveling to other regions of the state in terms of how to speak. Although different in its influences, the miner accent has many peculiarities. The main marks of the miner are the shortening of words and sentences, the use of the expressions uai and train, and the use of the diminutive.

Uai, entonce pu cê num fica perdidim quandocê tive qui in Mins segum diçonaru prajudá aintendê us trêm qui noís tá falanu…

Dictionary of Mineirês

  • Aqui – olha aqui
  • Arreda – chegar pra lá
  • Arroiado – cheio
  • Ataiá – cortar caminho
  • Atazaná – encher o saco
  • Bagaça – coisa ruim
  • Bobiça – bobagem
  • Cabuloso – estranho, complicado
  • Caça confusão – arrumar briga
  • Cacunda – costas
  • Cadin – um pouco
  • Cadiquê – por causa de quê
  • Cambada – grupo de pessoas
  • Capaz – de jeito nenhum
  • Casca fora – sumir
  • Causo – caso, estória
  • Cê tá bão? – Você está bem?
  • Culiado – aliado
  • Curuis – credo
  • Custoso – difícil
  • Di butuca – espiando
  • Di fasto – de ré
  • Di vera – verdade
  • Dediprosa – conversar um pouco
  • Deus ti pague – obrigado
  • Dimais da conta – além do esperado
  • Disfeita – menosprezo
  • Disgrama – desgraça, desaforo
  • Ê, lá em casa – desejo
  • Ê, lasquera – surpresa boa ou má
  • É mió – é melhor
  • Em tempo – correndo o risco
  • Embuchá – engravidar
  • Encantoá – deixar sem saída
  • Encarangá – encolher de frio
  • Encasquetá – fixar ideia na cabeça
  • Enrabichado – envolvido com alguém
  • Entojado – chato
  • Estorvano – atrapalhando
  • Êta, ferro – se dar mal, desespero
  • Facidéia – sei
  • Fica veiáco – precaver-se
  • Fingi di égua – fingir de bobo
  • Furdunço – confusão
  • Garrado – atrasado
  • Gastura – nervoso
  • Gradicido – Obrigado
  • Intojo – chatice
  • Inventá moda – agir de modo inusitado
  • Ispia só – olhe
  • Isturdia – outro dia
  • Jacu – capiau, idiota
  • Logo ali – lugar distante
  • Malcriação – desaforo
  • Manota – mico
  • Matula – marmita
  • Meia boca – mais ou menos
  • Moço – qualquer pessoa
  • Moiá a cobra – chamar a atenção
  • Moitá – esconder
  • Mucado – um pouco
  • Muntá no porco – entrar numa fria
  • Murrinha – insistência
  • Né nada – questionamento negativo
  • Nhaca – cheiro ruim, má sorte
  • Nó – espanto, pena
  • Nú – admiração, satisfação
  • Nu jeito – oportunidade para fazer algo
  • Ô, bobo – rejeição por esperteza
  • Ôa – sai fora
  • Óia só – advertência para chamar atenção
  • Panhá – pegar
  • Paradeza – sem movimento
  • Passá manta – causar prejuízo
  • Pelejano – lutando dia a dia
  • Pocaso – indiferença
  • Pra mode – com a finalidade de
  • Prus côco – mal feito
  • Qualé – quem
  • Qui nem – igual
  • Que qui cê tá arrumano? – o que você está fazendo?
  • Quimportamilá – desprezo, renúncia
  • Rachá os bico – rir muito
  • Ré – espanto, admiração
  • Sá – feminino de sô
  • Sartá de banda – sair fora
  • Sô – qualquer pessoa
  • Sungá – levantar
  • Tá doido? – espanto
  • Tamburete – banco
  • Tê um troço – ser surpreendido
  • Tem base? – sério?
  • Tô poco me lixano – não estou nem aí
  • Trapaiado – atrapalhado
  • Trem – qualquer coisa ou objeto
  • Trenheira – várias coisas
  • Uai – espanto, admiração, interrogação
  • Varado di fome – com muita fome
  • Vorta – credo
  • Xexelento – nojento
  • Xingo – ofensa
  • Xuxá – enfiar

Now that you know the mineirês, try to read the cause below.

Texto em mineirês.

Source: Turismo de Minas

..

Comment on the article